Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Moradores do Conjunto Cesarão sofrem com 5 dias sem água

É inadimissível uma situação como essa, moradores do Conjunto Cesarão em Santa Cruz estão a cinco dias sem água, enquanto os políticos de nossa região ficam, postando fotos de suas reuniões, confreternizações, comemorando suas vitórias e de seus partidos, fazendo planos para seu futuro, porque já estão eleitos mesmos e o povo que se dane, o povo fica sofrendo deste jeito! onde está a Subprefeitura da Zona Oeste para ajudar essa população e o Governo do Estado para dar uma satisfação, pois é sua obrigação fiscalizar isto já está se tornando um problema de calamidade pública, o ser humano não vive sem água e sem ela as coisas vao descaminhando para a falta de higiene que pode incidir em problemas graves de saúde. Será que ninguém vê isso, isso é uma vergonha!
Em uma conversa com um amigo  pessoal que mora no Cesarão, fiquei comovido com seu desespero, o mesmo me ligou para perguntar se eu tinha um telefone de caminhão pipa, pois não aguentava mais essa situação, estava desesperado, não por ele mais por conta de sua família, sua mulher e seus três filhos pequenos. O Cesarão já foi considerado o maior conjunto habitacional da América Latina, foi inaugurado a mais de 30 anos com mais de 50.000 casas hoje esse número dobrou por conta das gerações que se passaram, temos que ter consciência e dar o troco, hoje eles sumiram mais em breve eles vão estar de volta! Ai é nossa vez! Pensem nisso!

Carlos Santa Cruz
Coordenador do Portal Santa Cruz é Tudo de Bom
Coordenador Cultural do CISA

4 comentários:

  1. COM ESSE CALOR,IMAGINE O SOFRIMENTO DOS MORADORES,E PRECISO COBRAR DAS AUTORIDADES!QUASE NÃO TEM LAZER E AINDA SEM ÁGUA,FICA DIFÍCIL!

    ResponderExcluir
  2. Eu mudei para o conjunto em julho de 1992; a água era tão forte q sempre estourava a nossa tubulação internaquase sempre tínhamos que repará-las; no período de 3 a 4 meses após fixar moradia começou o problema de faltar água durante o dia e só à noite é que chegava e abastecia nossas humildes caixas de 500 litros.Depois além de faltar água durante o dia, a água começou a vir de dois em dois dias, mas só durante a noite e cada vez mais tarde, a solução foi comprar uma caixa maior para superar esta dificuldade, depois começou a perder a força para abastecer nossas caixas, a solução foi comprar mais uma caixas para aproveitar o dia que chegava com força,depois passou a ñ ter força de vez e a solução foi comprar uma bomba,e agora nem a bomba está resolvendo, pois ñ tem água no cano para que a bomba possa puxar, e o triste de tudo isso é que ñ é em todo o conjunto que isso acontece, isto ocorre só em um terço da rua 43. À mais de um mês que quem mora na parte alta, (próximo a rua 63) ñ tem como abastecer suas caixas, nem carro pipas temos conseguido comprar. Isto é um abuso, pois a tempos se vem reclamando junto a CEDAI e a políticos e nenhuma solução. Socorro!!! Se alguém puder, nos ajude, pois é doloroso ver no conjunto pessoas esbanjando àgua e nós aqui da rua 43 sem cair uma gota em nossas caixas a não ser por meio de baldes e baldes.
    Wanderlèa S. da Motta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARA AMIGA VANDERLÉA, TBM FICO REVOLTADO DE VER PESSOAS ESBANJANDO AGUA E AGENTE SEM UMA GOTA NA CAIXA, ISSO É HORRIVEL. VC PASSA NA RUA E VÊ AS PESSOAS COM A BICA ABERTA DIRETO. SOLUÇÃO! HIDROMETRO NA CASA DE TODOS, POIS SÓ DOENDO NO BOLÇO ESSA GENTE MAL EDUCADA VAI APRENDER. E OUTRA AMANHÃ VOU MOVER UMA AÇÃO CONTRA DA CEDAE.
      Roberto

      Excluir
  3. Rua 23 do mesmo jeito ,em uma parte tem água e em outra não .assim fica difícil com o calor que esta fazendo não estou agüentando.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"