Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Santa Cruz tem obra assinada pelo Arquiteto Oscar Niemeyer

Através da Portaria nº 401/GM1, de 8 de Junho de 1999, o então Ministro da Aeronáutica Ten. Av. Brig. Walter Werner Brauer, designou uma Comissão especial para avaliar a oportunidade e a conveniência, e propor a criação de um Memorial para ressaltar a atuação histórica dos feitos do 1º Grupo de Aviação de Caça no Teatro de Operações da Europa durante a II Guerra Mundial. A comissão foi composta pelos Cel. Av. Jorge Cruz de Souza e Mello (Comandante da BASC), Ten. Av.Cel. Paulo Henrique Russo (Comandante do 1º GAvCa) e pelos Veteranos Maj.Brig. Fortunato Câmara de Oliveira, Maj.Brig. Rui Barbosa Moreira Lima, Maj.Brig. José Rebello Meira de Vasconcelos e Cap. Osias Machado da Silva.
O Monumento Memorial ao 1º Grupo de Aviação de Caça é assinado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, que fez a doação do seu projeto como colaboração para a realização do Memorial. A idéia de Niemeyer era criar uma forma que lembrasse a trajetória e o impacto das bombas lançadas pelos P-47 do "Senta a Pua". O monumento foi construído em concreto armado, material que permite a moldagem das formas propostas. A pintura acrílica branca tem por finalidade o acentuamento dos volumes, aumentando o contraste entre luz e sombra. Também tem por finalidade proteger o concreto do monumento, já que este não possui revestimento. As marcas dos moldes de madeira que permitiram a moldagem do complexo conjunto de retas e curvas permanecem à vista, como marcos da técnica construtiva utilizada. Na parte interna do Memorial há uma longa placa em alumínio com o nome de todos os integrantes do 1º GAvCa que participaram da Campanha da Itália. A bolacha do "Senta a Pua" está colocada à entrada do monumento (lado esquerdo de quem o vê de frente). O Memorial do 1º GAvCa foi inaugurado em 22 de abril de 2001, dia da Aviação de Caça, em cerimônia realizada na Base Aérea de Santa Cruz, na presença do Ministro da Aeronáutica e diversas autoridades militares. O discurso de inauguração foi feito pelo Brig. Fortunato Câmara de Oliveira, então o mais antigo vetererano vivo do 1º GAvCa, e a fita inaugural foi cortada pelo próprio Oscar Niemeyer. O descerramento da placa foi feito pelo Brig. Fortunato e pela irmã do Ten. Av. John Richardson Cordeiro e Silva, primeiro aviador brasileiro a perder a vida em combate na Itália.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"