Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Hospital Pedro II acolhe mototaxista que teve 95% do corpo queimado


O Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, acolheu o guarda municipal Flávio Carlos da Silva, de 35 anos, que teve 95% do corpo queimado depois de ser atacado quando chegava em casa em Nilópolis, na Baixada Fluminense. O agente trabalhava como mototaxista para complementar a renda. A vítima está internada em estado gravíssimo no centro de tratamento de queimados do hospital.
Após o atentado, Flávio foi socorrido e levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, conhecido como hospital da Posse, onde recebeu os primeiros socorros, antes de ser transferido para o Hospital Pedro II.
De acordo com testemunhas, o guarda havia deixado uma passageira, quando foi abordado por dois homens em um carro preto. Eles atiraram contra o agente. Fábio foi atingido na mão e na cabeça.
Após efetuarem os disparos, eles ainda colocaram fogo na moto em que o agente estava. De acordo com a polícia, Há suspeitas de que uma máfia de mototaxistas está atuando na cidade.
Segundo a família, no 
Hospital Geral de Nova Iguaçu não havia um neurocirurgião e a ambulância para a transferência demorou cerca de quatro horas, o que pode ter agravado o estado de saúde de Flávio.
Em nota a Coordenação Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência da Baixada Fluminense contestou a informação da  família e afirmou que a ambulância levou 34 minutos para chegar ao Hospital da Posse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"