Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Sepetiba e Guaratiba. Longe de merecer título de 'bairros turísticos'

Em Guaratiba, unidade de tratamento de água inaugurada há dois anos despeja esgoto na areia e no mar | Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia 
Em Guaratiba, unidade de tratamento de água inaugurada há dois anos despeja esgoto na areia e no mar


Com praias poluídas e lixo por todo lado, Guaratiba e Sepetiba precisam resgatar a beleza perdida para pôr em prática a lei municipal promulgada no início deste mês


No passado, estes bairros fizeram parte de um paraíso bucólico, onde a paisagem campestre disputava beleza com praias de água límpida. Hoje, diante da explosão demográfica, o tal paraíso deu lugar a um cenário degradado e poluído. Daqui para frente, Guaratiba e Sepetiba, na Zona Oeste, têm a missão de resgatar a beleza perdida para pôr em prática a lei municipal promulgada no início deste mês, que as caracteriza como ‘bairros turísticos’.
O esforço de garantia do título vai além da recuperação da cultura, lazer e gastronomia. Com o “rótulo”, a prefeitura precisa se empenhar para trazer melhoria das condições de limpeza urbana, conservação de pontos históricos e investimentos no transporte e hospedagem.

“Vai ser tudo que os bairros precisam. Não dá para receber turista numa praia em que a água é poluída, não há saneamento básico e o lixo fica espalhado para todos os lados”, critica a ex-presidente da Associação dos Moradores de Guaratiba, Helena de Soares.
A tese de Helena é comprovada na prática. Na Praia de Barra de Guaratiba, equipe do DIA flagrou, na última terça-feira, a unidade de tratamento d’água— inaugurada há dois anos pela prefeitura— despejando esgoto na areia e no mar. O sistema, consentido pelo prefeito, piora quando chove. “As águas vão para o ponto mais baixo, que é a praia, e quando tem muita chuva, há formação de línguas negras na areia”, explica Eduardo Paes.
Em Sepetiba, a imagem é ainda pior. Obra do Inea— concluída em dezembro do ano passado— para aterrar a lama e implantar rede de esgoto já apresenta falhas. “Quando a maré enche, o esgoto transborda e as ruas ficam podres com a lama”, reclama a moradora Nerelina de Azevedo. O problema ainda vai além e atinge o foco da economia do bairro: o pescado. “Com o esgoto, centenas de peixes morrem na beira da praia”, alerta Nerelina.
Prefeitura fará levantamento das áreas, favorecidas pela Transoeste
Na entrada da trilha para o Paredão da Ponta Grossa, em Pedra de Guaratiba, a placa municipal fincada na terra, com dizeres de ‘preservação ambiental’, está pichada. Na curta caminhada para esta praia, lixo e água suja se acumulam em poças. Mas, no fim do trajeto, uma surpresa: a imensidão do mar dividida pela centenária parede rochosa, que serve de trampolim para as crianças.
“Ainda tem um pouco de natureza em Guaratiba”, suspira o pescador Flávio Limeira enquanto coleta mariscos da pedra, seu ganha-pão.
É com essa ‘natureza’ que o subsecretário municipal de turismo, Pedro Guimarães, pretende fisgar os turistas.“Guaratiba e Sepetiba têm opções para todos os gostos. É preciso mais investimento sim e, por isso, vamos fazer um levantamento da área para divulgar a região”, conta Pedro, que já tem até um chamariz para os turistas: o corredor de ônibus BRT Transoeste,que passa pelos bairros: “A mobilidade vai facilitar ainda mais as visitas”.
Antiga capela precisa de restauração
Restaurado em fevereiro do ano passado, o coreto da Praça Washigton Luiz, em Sepetiba, ainda chama a atenção de visitantes. O local era palco de serestas e serviu de cenário para grandes novelas globais, como ‘O Bem Amado’ e ‘Carga Pesada’, na década de 70.
Em Pedra de Guaratiba, o passeio cultural é conhecer a terceira igreja mais antiga da cidade, a Nossa Senhora do Desterro, em frente à praia. Mas, diferente do coreto, a capela não recebe restauração há décadas. Os azulejos externos foram furtados e deram lugar a pichações.

Fonte: O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"