Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Com Papa ou sem Papa, Guaratiba continua sem infraestrutura urbana

Imagens de Guaratiba Temos visto várias manchetes na mídia impressa e virtual alardeando uma possível "redenção" de Guaratiba com a visita do Pontífice, como se o bairro pudesse se redimir pelas falsetas impostas aos guaratibanos por políticos inescrupulosos que aqui só aparecem em busca de votos e por um Estado omisso.
Se bem que o termo "redenção" cairia bem em tempos de visita Papal por ser um termo do ambiente religioso, não me parece que Guaratiba ou os guaratibanos tenham cometido o pecado do abandono, posto que se o bairro assim está, sem condições medianas de habitabilidade, a culpa não recai sobre os moradores e sim sobre as autoridades municipais que nos abandonaram à própria sorte.
A vigília programada pela Igreja Católica e a missa campal a serem realizadas em um terreno particular ao lado da Estrada da Capoeira Grande e D. João VI não ocupam nem que seja uma ínfima fração da área total do bairro e muito menos levam melhoria à minguada infraestrutura urbana da região.
Dois ou três canais serão dragados, uma estrada está recebendo asfalto e uma grande área particular está sendo aterrada. De resto, pelo que estamos assistindo deverá ficar tudo como está.
Os bairros do Jardim Maravilha, Retiro dos Motoristas, Barra de Guaratiba, Ilha de Guaratiba, Brisa, Campo do Saco, Jardim Garrido para citar alguns, ficam exatamente como sempre estiveram - abandonados. Se a comitiva papal se der ao trabalho de apresentar ao piedoso Francisco a região em torno do palco, desviar que sejam poucos quilômetros da via principal programada pela Prefeitura do Rio, ficará em dúvida se está percorrendo uma região da África-Subsaariana ou se está mesmo no Rio de Janeiro.
Entendemos que a Prefeitura do Rio não poderia em tão pouco tempo eliminar todos os problemas da região que vão desde falta de ordem em Barra de Guaratiba a inundações no Campo do Saco e Jardim Maravilha, ruas enlameadas no Retiro dos Motoristas, pontes para travessia do canal da Avenida Alto Maranhão no Jardim Garrido, urbanização e um mínimo de respeito com os moradores de Ilha de Guaratiba, enfim são tantos os problemas que realmente não poderiam ser todos resolvidos com a visita do Papa.
Então, vamos parar de falar na tal "redenção" do bairro, pois essa não existe, nem pelo significado léxico nem qualquer outro que lhe queiram dar. Infelizmente três milhões de pessoas virão para Guaratiba, a Prefeitura do Rio precisava arranjar um lugar para por toda essa gente e claro precisava preservar outras áreas da cidade, afinal foi a escolha certa, pois temos enormes áreas disponíveis, mesmo que estejam nas mãos de particulares, por invasão ou por direito seja lá de que modo for.
Depois da tormenta, ou seja, dessa ocupação predatória, quem sabe não virá a bonança, e a opinião pública nacional e internacional venha a interferir no futuro de Guaratiba. Afinal, Guaratiba será conhecida como a região do Rio de Janeiro que recebeu o Papa Francisco quando celebrou a missa para jovens do mundo todo, e dessa forma saberão que Rio de Janeiro não é só Copacabana, apesar da praia mais famosa do mundo também abrigar eventos da Jornada Mundial da Juventude.
Quem sabe depois disso os olhares do Governo Municipal, tendo visto o sucesso da escolha, decida preparar a região, aí sim, de maneira satisfatória para outros eventos importantes, como as Olimpíadas e a Copa do Mundo  - Sergio Mello - Editor do Portal Guaratiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"