Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

O velho vigia do destacamento do Paço Imperial, integrante da Guarda Real, continua atento no "Curral Falso"

 
Após o Descobrimento do Brasil, com a chegada dos colonizadores portugueses à baía da Guanabara, a vasta região da baixada de Santa Cruz e montanhas vizinhas, foi doada ao capitão-mor Cristóvão Monteiro, da Capitania de São Vicente por Martim Afonso de Sousa em janeiro de 1567, como recompensa aos serviços prestados durante a expedição militar que expulsou definitivamente os franceses da Guanabara. Segundo Benedito Freitas, em seu livro Santa Cruz – Fazenda Jesuítica, Real, Imperial, Cristóvão Monteiro ergueu em Santa Cruz, na região conhecida como “Curral Falso” a primeira casa, um engenho de açúcar e a capela de sua fazenda. Havia ali um grande curral com saída oculta que impedia a saída dos bois. Com a vinda dos jesuítas, colocaram alí uma cancela com um vigia e o “Curral Falso” ficou sendo o limite da Residência da Fazenda. Era um posto de vigilância onde ficava um oficial do destacamento do Paço Imperial e que examinava tudo e todos que por ali passavam, inclusive o gado, pela grande movimentação de pessoas para obra do novo palácio. Nessa localidade morou também Antônio Dias Pavão, o Conde de Itaguaí.  Outra tradição no “Curral Falso”, era a festa de Nossa Senhora da Glória, que acontece na capela que hoje é uma igreja e procede a sua novena e procissão seguida de quermesse até os dias hoje.
O grande e belo portão do “Curral Falso”, construído por Dom João VI nos tempos de seu Reinado não existem mais, os principais meios de transportes na localidade são outros mais Santa Cruz manteve sua história e a entrada do “Curral Falso” está eternizada com através do nome dado a Estação do BRT (Bussiness Rapid Transport). Outra curiosidade e o do velho vigia do destacamento do Paço Imperial, integrante da Guarda Real que hoje é a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. O velho guarda continua ali, sempre atento para servir e proteger. Curral falso.
Atendendo os anseios dos comerciantes e moradores dos bairros de Santa Cruz, Paciência e Sepetiba, foi inaugurada pela PMERJ em janeiro de 2011 a primeira cabine blindada, que fica localizada na Av Cesário de Mello, que é um ponto de interseção entre os bairros, pois ali se inicia a Estrada de Sepetiba, Estrada da Pedra e Rua Felipe Cardoso que é a  entrada do bairro de  Santa Cruz, onde todo o fluxo de automóveis passa,  tanto para quem circula entre os bairros,  quanto para quem vem da Barra da Tijuca com destino a Região da Costa Verde.  O policiamento desde então funciona de forma permanente trazendo mais segurança para alocalidade.
Então podemos afirmar que a povoamento das Terras de Priracema pelos portugueses, começou ali no “Curral Falso”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"