Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Polícia demorou mais de duas horas para levar baleados de Santa Cruz para o hospital




Em uma das cenas, os policiais arrastam o corpo de um dos mortos
Em uma das cenas, os policiais arrastam o corpo de um dos mortos 
Caminhando a pé, saindo da Rua Doutor Continentino, na comunidade do Rola, em direção ao Hospital Estadual Rocha Faria, demora-se cerca de duas horas e meia. Esse foi o tempo, entretanto, que a Polícia Civil, com suas viaturas, demorou para levar os cinco homens mortos, da favela até a unidade hospitalar, distante 12,4 quilômetros. Os homens foram baleados durante uma operação, na tarde do dia 16 de agosto do ano passado.
Como mostram as imagens de dois vídeos da própria instituição, os policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) começam a atirar contra os alvos às 16h33m. Os disparos acontecem em sequência durante seis minutos, sem parar. Logo depois, mais vinte segundos de tiros. Nesses dois intervalos, provavelmente, os cinco supostos criminosos são atingidos e mortos no local. Os vídeos mostram, em seguida, corpos sendo encontrados.

Os feridos só chegaram no Rocha Faria, levados pelos agentes da Core, duas horas e 17 minutos depois. A direção do hospital informou que o Boletim de Atendimento Médico (BAM) 301208160082 mostra que Ewerton Luiz da Cruz Neves, de 25 anos, deu entrada na unidade às 18h50, já morto. Já o BAM 301208160084 esclarece que Silas Rosa Guimarães, de 23, chegou ao local cinco minutos depois, também em óbito. Em ambos os registros, há a menção “perfuração por arma de fogo” nos prontuários.
O EXTRA procurou a Secretaria estadual de Saúde, mas a assessoria se negou a repassar informações sobre os três outros baleados. O sargento da Polícia Militar que estava de plantão na unidade na data do crime, entretanto, lembra que os supostos traficantes já chegaram mortos no pátio do Rocha Faria, dentro de viaturas da Polícia Civil. As assistentes sociais do hospital contam que dois chegaram a ser levados para a “sala vermelha” sem sinais vitais. Todos os corpos foram levados para o IML de Campo Grande. Ewerton e Silas foram enterrados, na tarde do dia seguinte, no cemitério de Santa Cruz.
Fonte: Jornal Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"