Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Papa Francisco vai celebrar missa em antiga área jesuítica

O jesuíta papa Francisco conduzirá a vigília com os jovens e celebrará a missa de envio em Guaratiba durante a Jornada Mundial da Juventude. A região já foi parte da fazenda de Santa Cruz, que foi administrada pelos padres jesuítas no século XVI, durante o período colonial. O dado histórico é parte da pesquisa de Diogo da Silva Cardoso, geógrafo e doutorando da UFRJ.


O pesquisador realiza um trabalho de arqueologia na região e descobriu que Guaratiba teve forte influência jesuítica até Marquês de Pombal expulsar os padres do território. Segundo Cardoso, há ainda traços da presença jesuítica na região. A Fonte dos Jesuítas e a Igreja Matriz Salvador do Mundo são alguns exemplos.

“A Fonte dos Jesuítas foi um dos primeiros monumentos tombados como patrimônio histórico. A matriz Salvador do Mundo é a mais antiga da região de Guaratiba e uma das mais antigas da Região Oeste”, destacou.

Os estudos sobre a presença de jesuítas na região poderão também impulsionar uma vertente diferenciada de turismo cultural na região. “É grande a quantidade de museus que está buscando valorizar a presença jesuítica e a complexidade dessas caraterísticas”, disse.

Sesmarias

Cardoso está estudando o movimento cultural da zona oeste. “Eram sesmarias que os jesuítas foram adquirindo”. A Fazenda de Santa Cruz foi originada da sesmaria de Guaratiba, doada em 1567 ao primeiro ouvidor do Rio de Janeiro, Cristóvão Monteiro, que lutara ao lado de Mem de Sá para expulsão dos franceses. Com sua morte, parte das terras pertencentes a viúva, dona Marquesa Ferreira, foi doada aos jesuítas em 1589. Posteriormente, os próprios jesuítas incorporaram o restante da propriedade através de de uma permuta por terras em Bertioga, na capitania de São Vicente.

“É interessante porque o Rio de Janeiro ficou muito urbano. Então justamente Guaratiba é um dos únicos espaços com terras disponíveis para receber mais de 2 milhões de pessoas”, analisou.

O pesquisador disse ainda que boa parte das terras ainda não sofreu regularização fundiária, como em Santa Cruz, Guaratiba e algumas partes do Vale do Paraíba, que ainda estão sob a tutela do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

A importância jesuítica em Guaratiba é historicamente determinante, de acordo com o especialista. “A importância jesuítica em Guaratiba reside no fato de que foi aqui que se fincou a primeira pedra angular que dividia a Fazenda em relação às outras terras/sesmarias”, disse.
Fonte: www.rio2013.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"