Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Carregando...

Nossas notícias

Movimento Visão Suburbana coordena Movimento Cultural de toda a Zona Oeste

Hoje o Visão suburbana é um movimento, um movimento Suburbano composto por grupos e coletivos de artistas e produtores culturais atuantes em subúrbios e periferias da cidade do Rio de Janeiro.

Esse Movimento tem como objetivos fortalecer ações e projetos de diferentes linguagens de artistas, grupos e coletivos das Zonas Norte e Oeste da cidade, fomentando representatividade, visibilidade e ampliação de uma rede de atividades sócio-culturais. Busca também garantir diálogo entre diversos segmentos através de ações transversais, além de participar, contribuir e colaborar com a construção e efetivação de políticas públicas de cultura que garantam democratização e acessibilidade a mecanismos de acompanhamento da gestão pública. O Movimento pretende concretizar esses objetivos através da mobilização de diversos atores da cadeia produtiva da cultura, como movimento organizado, promovendo e participando de debates e propondo encontros com outros entes e setores da sociedade vinculados à cultura. É uma luta que a cada dia avança mais em prol da transformação e utilização dos mecanismos públicos como instrumentos que garantam a qualidade de vida da população.

O Portal Santa Cruz é Tudo de Bom, na qualidade de ativista sócio-cultural com ênfase na comunicação tem se juntado ao movimento para somar forças e dar voz ao Movimento Cultural da Zona Oeste, que está sendo encampado pelo Movimento Visão Suburbana.

Na última quarta-feira, dia 21 de agosto, às 19h, estivemos junto ao Visão Suburbana na reunião de avalição da II Conferencia Municipal de Cultura e primeira reunião de preparação da Audiência Pública (04/ 09/ 2013- à confirmar) com o Prefeito Eduardo Paes, Secretário de Cultura Sérgio Sá Leitão e Presidente do Instituto Eixo Rio Marcello Silva.

O Movimento Visão Suburbana, está construindo a pauta para a reunião com o Prefeito  com os seguintes eixos:

Eixo 1: Financiamentos, entendendo a natureza dos projetos e da produção da Zona Oeste, Zona Norte e Leopoldina, reparando o abandono sofrido por anos seguidos.

Eixo 2: Mobilidade Urbana: transporte público durante os finais de semana para jovens, com uso do RIOCARD, sempre e sem obrigatoriedade dos uniformes; um final de semana por mês a passagem para todos os cariocas no valor de R$ 1,00; Linhas de ônibus funcionando 24 horas obrigatoriamente para todas as regiões da cidade, todos os dias.

Eixo 3: Gestão de espaços culturais (Lonas, Centros Culturais e Bibliotecas) revisão dos convênios e pensar um novo modelo de projeto o qual tenha gestores locais (reconhecidos pelas comunidades), fomento à cultura local e ainda dar equipamentos às Lonas semelhantes as Arenas Culturais.

Eixo 4: Educação. Retomada do projeto dos Núcleos de Artes e aplicação do mesmo, abrindo os mesmos para residências artísticas de grupos locais. Reforma dos espaços artísticos dentro das escolas para criar uma rede de subúrbio de espaços artístiscos alternativos, administrados por grupo local residente ligado aos programas Mais Educação e Mais Cultura.

Eixo 5: Transformar as Praças do subúrbio em espaços públicos de cultura salvaguardando como cultura imaterial as feiras livres, étnicas e culturais destas regiões como museus vivos. Incentivo aos carnavais de bairro e à preservação dos blocos, grupos, máscaras e fantasias suburbanas.

Eixo 6: Criação da Casa das Deversidades Étnicas no Centro Cultural José Bonifácio, Casa de Cultura de Bangu, Casa de Cultura de Jacarepaguá, Cine Campo Grande, Teatro Municipal de Santa Cruz, Teatro Municipal de Olaria (no Cine Santa Helena), Teatro Municipal de Jacarepaguá (Reforma completa do auditório da Escola Pio X tornado este um teatro independente da U.E.), Teatro Municipal de Cascadura (no Cine Regência), Casa de Cultura do Grande Méier(Aproveitar e potencializar o projeto do OCUPA NISE), Casa de Cultura de Ramos e Casa de Cultura de Marechal Hermes ( com efetivo aporte financeiro a suas atividades).

Eixo 7: Reservar 30% dos prédios públicos abandonados com destinação à Cultura para as comunidades tradicionais de povos indígenas, negros e ciganos. Estes poderão sediar seus projetos e instituições com verba efetiva para manutenção dos mesmos e das atividades desenvolvidas..

Eixo 8: A Prefeitura deverá construir novas e reformar as bibliotecas regionais, implantando telecentros, bancos de textos artísticos e centros de formação de novos escritores, com acessibilidade em braile.

O Portal Santa Cruz é Tudo de Bom, tem participado de reuniões em prol da busca do desenvolvimento cultural de nossa região. Não temos o ímpeto de representar toda a região, mais difundir o que está acontecendo e trazer os operadores culturais da região para os debates, pois além de ser comunicador, sou Coordenador Cultural da Organização Social Centro de Integração Sementes do Amanhã (CISA), fotógrafo, editor gráfico, produtor cultural e ativista social, na luta para trazer a nossa região projetos  que somem para o desenvolvimento cultural local e para isso temos que participar e lutar para esses objetivos.
Vamos nos mobilizar em prol da Cultura em nossa região. Junte-se ao movimento cultural da Zona Oeste!
A próxima reunião ocorrerá no dia 28 de agosto, às 19:00h, na Lona Cultural Gilberto Gil, em Realengo.

As reuniões são abertas. Qualquer pessoa pode fazer parte dela. Porém os interlocutores da reunião serão os Delegados reconhecidos por esferas Municipais, Estaduais e Nacionais, que levara, nossas demandas ao Prefeito.

Abaixo está o link para o grupo de discussão no Facebook.

Grupo do Movimento Visão Suburbana no Facebook: https://www.facebook.com/groups/131895650325567/
Os companheiros que quiserem saber mais informações poderão entrar em contato com nossa redação através do telefone (21) 7839-4874 e/ou e-mail: chatalva@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"