MP pede nova investigação sobre mortes na Favela do Rola durante operação da Polícia Civil

Os agentes carregam um dos mortos durante a operação na Favela do Rola
Os agentes carregam um dos mortos durante a operação na Favela do Rola
A pedido do Ministério Público estadual, a investigação sobre cinco mortes ocorridas na Favela do Rola, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, durante uma operação na Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), foi repassada para a Corregedoria de Polícia Civil. O inquérito estava na 36ª DP (Santa Cruz). O pedido de transferência da apuração foi feito nesta segunda-feira pela 2ª Promotoria de Justiça junto à 1ª Vara Criminal de Santa Cruz.
O inquérito foi encaminhado para o MP na manhã de segunda, quando acabou o prazo de 120 dias para a conclusão das investigações. Após análise dos autos, o promotor de Justiça Luiz Antonio Corrêa Ayres requisitou à Corregedoria que realize novas investigações para complementar informações ausentes no inquérito. O MP estipulou um prazo de 30 dias para o cumprimento das medidas. Para isso, o inquérito foi devolvido, na manhã desta terça, para a Polícia Civil.
O promotor pede que alguns pontos sejam esclarecidos. Entre eles, saber do Hospital Rocha Faria se os cinco mortos - Douglas Vinícius da Silva, de 22 anos -, Silas Rosa Guimarães, de 26, Ewerton Luis da Cruz Neves, de 25, Paulo Serra de Souza Caetano, de 25, e Adalberto Santos da Silva, de 27 - chegaram mortos à unidade. O promotor quer ainda que os policiais da Core envolvidos na operação sejam novamente ouvidos e descrevam detalhadamente suas posições durante a ação.
Fonte: Jornal Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Nossa Comunidade

Pesquisar em nosso portal

Nossas notícias

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bate papo "Tudo de Bom"